Vasectomia de graça no SUS

Com a crescente procura da população por métodos eficazes para o controle de natalidade nas famílias brasileiras, a Vasectomia vem se mostrando um procedimento eficaz para esta finalidade.

Falando bem abertamente, a vasectomia é um procedimento simples e é fornecido gratuitamente pelo SUS em várias cidades brasileiras. Em cidades como a de Joinville/SC a maioria dos pacientes dá entrada na documentação legal para requerimento do procedimento e geralmente em menos de 60 dias já está com a data do procedimento agendada. O primeiro passo é sempre procurar o posto de saúde mais próximo e levar número de cadastro (se houver), comprovante de residência, RG e certidão de nascimento dos filhos.

Vasectomia

Pela vasectomia o homem torna-se infértil alguns dias após a cirurgia local. A pele de uma pequena região escrotal é anestesiada e é feito um corte de aproximadamente 4 a 5 milímetros, com este acesso o canal deferente que por onde os espermatozóides são expelidos na ejaculação do homem é cortado uma pequena amostra de aproximadamente 10mm e é eliminada. As pontas são cauterizadas e são isoladas por um nó a fim de não ser possível uma nova ligação para que possam os espermatozóides produzidos passaram por aquele canal novamente.

Vasectomia

Vasectomia

O corte é fechado com pontos que caem sozinhos em até 5 dias após o procedimento cirúrgico. O médico lhe dá 5 dias de atestado para descanso e repouso, porém o paciente sai andando tranquilamente da sala de cirurgia, apenas com um leve desconforto na região.

Nos dias seguintes a vasectomia, o paciente deve tomar um antiinflamatório que o próprio SUS fornece, para melhor conforto.

Cabe lembrar que por até 30 ejaculações o homem ainda é fértil pois no restante do canal que liga ao pênis ainda há espermatozóides presentes que serão expelidos nas próximas relações sexuais. Neste período deve ser usado o método habitual de proteção e controle de natalidade, como a camisinha ou preservativo masculino, por exemplo.

Métodos alternativos a vasectomia

Métodos alternativos a vasectomia

Após 30 ejaculações o paciente faz um exame chamado espermograma, que o médico já solicita assim que o procedimento é concluído pelo urologista. Este exame também é gratuito pela rede nacional de saúde, SUS e após resultado negativo, pode-se considerar que houve sucesso na vasectomia.

Reversão

Existe um procedimento operatório chamado vaso-vasostomia, que nada mais é a tentativa de reconstruir o canal deferente. A vasectomia é originalmente um procedimento irreversível, mas há raros casos onde o homem pode querer reverter esse processo. A vaso-vasostomia por ser um procedimento de custo elevado, apresenta eficácia relativamente baixa, de 50 a 70% de sucesso. Cabe lembrar que o SUS não cobre os custos e nem atende este tipo de proce